Clássico da TV mexicana ganha filme brasileiro

Exibido desde 1984 pelo SBT, o seriado “Chaves” ganhou um curta metragem brasileiro com o título “Moleque”.

Moleque

O curta foi criado pelo cineasta mineiro Marcos Pena que trabalhava como diretor da TV Alterosa, afiliada ao SBT Minas, quando o convenceram a voltar a fazer filmes. Ele então resolveu adaptar uma das suas paixões, a história do menino órfão.

Divulgado diretamente no YouTube, com 20 minutos de duração, o curta conta a história de um menino que mora na Comunidade Santa Efigênia, um bairro de Belo Horizonte, e assim como no original, o nome do menino nunca é falado e ele atende pelo apelido de Moleque.

Os personagens de Quico e Chiquinha ganharam os nomes de Fred e Fran, respectivamente, e assim como Moleque, os personagens são interpretados por crianças. Os outros personagens da Vila também tiveram seus nomes alterados: Seu Madruga virou Soneca e Dona Florinda virou Flora. Os outros personagens também tiveram os nomes alterados e são facilmente reconhecidos.

Um pouco do filme:

O personagem Soneca é muito parecido fisicamente com o original da TV e também mora no nº 72, porém o Sr. Barriga é completamente diferente: negro e usa correntes de ouro no pescoço e foi inspirado em um vendedor de casas de Belo Horizonte.

Personagens como Prof. Girafales, Nhonho, Dona Clotilde e Jaiminho também aparecem no curta.

Os famosos bordões do Chaves, como por exemplo “foi sem querer querendo” foi retirado do filme e também as cenas dos adultos batendo nas crianças.

 “Moleque” foi produzido em parceria com a Guerrilha Filmes e custou R$ 65 mil com Recursos da Lei de Incentivo a Cultura. O roteiro do filme é baseado em dois episódios específicos: “Remédio duro de engolir” de 1972 e “A Sociedade” de 1978.

O curta já foi exibido em festivais de cinema na Espanha, Argentina, Índia, Malta, Estados Unidos e em breve estará na Bolívia. Aqui no Brasil, já foi exibido em festivais em São Paulo e em Pernambuco.

“A temática infantil não é muito vista em festivais. Pessoal gosta mais de filmes ‘cabeça’ e não curte filmes para crianças”. – lamenta o cineasta.

Marcos sonha em ver o filme futuramente sendo exibido no SBT e já tem a aprovação e liberação de Roberto Goméz Ferdinández, filho de Roberto Goméz Bolaños.

Confira o curta abaixo:


O que acharam da novidade? Deixe seu comentário.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s